Pesquisar no site

Publicado em novembro de 2018

Durante a gestação, é preciso evitar uma série de alimentos. Confira abaixo quais deles você não deve ingerir:

Alimentos industrializados, gordurosos e condimentados devem ser evitados. Eles estão associados a um maior risco de desenvolvimento de hipertensão arterial, obesidade e doenças do coração, além de possuir uma grande quantidade de gordura, o que pode provocar enjoos, náuseas e vômitos. O excesso de sódio também pode alterar a pressão;

Alimentos açucarados, refrigerantes, sucos industrializados, doces, biscoitos recheados, sobremesas, balas e outras guloseimas também devem ser evitados. Eles podem levar a um ganho excessivo de peso, diabetes gestacional e crescimento inadequado do feto;

A cafeína deve ser evitada, pois inibe a absorção de nutrientes importantes além de afetar a frequência cardíaca, a respiração fetal e impedir o ganho de peso adequado do bebê. Ela está comumente presente no café, chá mate, chá preto e refrigerantes a base de cola;

Peixes ricos em mercúrio não devem ser ingeridos durante o período de gestação e amamentação pois prejudicam o sistema nervoso e o desenvolvimento cerebral do bebê. Desta forma, evite o consumo de cação, espada e cavala.

Bebidas alcoólicas e cigarro não devem ser consumidos, pois podem gerar alterações no sistema cognitivo comportamental do bebê, acarretando problemas de memória, atenção e aprendizagem, além de atraso no crescimento fetal, distúrbios respiratórios, problemas de desenvolvimento que provocam baixo peso, risco de aborto e parto prematuro. Estas substâncias também trazem inúmeros prejuízos para a saúde da gestante.

Postado em Gestantes | Tags: ,
Publicado em outubro de 2018

A suplementação de ácido fólico é muito importante, principalmente no primeiro trimestre da gestação. Ele diminui os riscos de má formação do tubo neural e previne a anemia. O ferro também deve ser suplementado até o 3º mês após o parto, pois previne anemia por deficiência de ferro, uma vez que nessa fase a necessidade deste nutriente é maior.

Publicado em agosto de 2018

A alimentação saudável é importante em todas as etapas da vida. Mas, durante a gestação as necessidades nutricionais são especiais pois a gestante precisa de mais energia, vitaminas e minerais. Nesta fase não é necessário comer por dois, e sim ter uma alimentação variada e equilibrada, garantindo a ingestão de todos os nutrientes essenciais para o desenvolvimento saudável do bebê e estimulando o aleitamento materno. Fazer uma alimentação saudável também ajuda a prevenir sintomas comuns durante a gestação, como constipação intestinal, fraqueza, enjoos e vômitos.

A gestação não é um período para emagrecer, portanto não faça nenhum tipo de dieta ou regime. O ganho de peso deve ser controlado, pois o ganho adequado sem excessos garante uma gestação mais saudável para a mãe e o bebê. O ganho de peso é individual e muda de acordo com o peso antes de engravidar.

A alimentação saudável associada à prática regular de atividade física leve e prazerosa ajuda no controle de peso e traz muitos benefícios a gestante e ao bebê. Antes de iniciar os exercícios físicos, consulte seu médico e somente faça atividades orientadas por um profissional.