Pesquisar no site

Evite fraudes!

fevereiro de 2018

Fraudes podem gerar sérias consequências para quem as pratica. Tais práticas oneram nosso sistema, aumentando os custos em saúde e limitando o potencial de investimentos do Sepaco, como por exemplo investimentos em prevenção e promoção a saúde.

Este tema tem sido amplamente discutido nos diversos meios de comunicação, como por exemplo na matéria de “O Globo” que pode ser acessada através do link: https://goo.gl/18jVNL

O Sepaco tem implementado processos que visam identificar e comprovar ocorrências de fraudes. Tais comprovações, podem trazer graves consequências a quem as pratica, tais como o cancelamento do plano.

Sendo assim, sua ajuda será muito bem vinda, neste processo. O Sepaco agradece e o nosso sistema também.

Veja como você pode nos ajudar:

O que pode:

– Utilize rigorosamente seu plano de saúde para acompanhamento contínuo de doenças crônicas, tais como diabetes e hipertensão (pressão alta).

– Realize continuamente exames médicos preventivos por meio do seu plano de saúde. Os exames de Mamografia, Papanicolau e PSA são fundamentais para cuidar da sua saúde e da sua família.

– Utilize o seu plano de saúde para avaliações médicas e físicas para práticas esportivas, combate ao sedentarismo e orientações nutricionais.

– Realize terapias dentro dos limites de sessões e procedimentos previstos no rol da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

O que não pode:

– Emprestar a carteira do seu plano de saúde e de seus dependentes a terceiros (caracteriza crime de falsidade ideológica).

– Utilizar o plano de saúde para procedimentos que não têm cobertura no ROL de procedimentos da  ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), como por exemplo, procedimentos estéticos, tratamento clínico ou cirúrgico, medicamentos e/ou materiais experimentais.

– Permitir que médicos, clínicas ou hospitais ofereçam alterações de códigos de procedimentos para conseguir cobertura indevida do seu plano de saúde.

– Realizar práticas de pilates, academia, personal trainer, hidroterapia, massagens, hidroginástica e outros no seu plano de saúde, “mascarando” como procedimento de fisioterapia.

– Não assine guia médica em branco para tratamentos seriados, consultas, exames entre outros. Se o prestador de serviços insistir na prática, comunique imediatamente o Sepaco.

– Incluir dependentes, que não são de fato elegíveis para obter o benefício do plano de saúde.

Caso persistam dúvidas, entre em contato com nossa central de atendimento 24 horas por dia.

Postado em Notícias